02
out
09

(500) Dias com Ela – (500) Days of Summer

Este foi o primeiro filme a que assisti no Festival do Rio deste ano, e é com felicidade que digo que comecei com o pé direito. “(500) Dias com Ela” é, como a própria publicidade da película diz, um filme sobre amor e não um filme de amor. Com isso, o diretor nos convida a uma jornada extremamente envolvente e que representa um oásis no meio de um deserto de comédias românticas repetitivas e formulaicas estreladas pelo Matthew McConaughey ou pela Sandra Bullock.

Como o diretor em pessoa fez questão de dizer na sessão em que eu estive presente, esse filme tenta mostrar o baque que é causado quando a vida que você espera não corresponde à vida que você vive. E neste caso, a representação ocorre por meio da relação entre Tom e Summer, vividos pelos ótimos Joseph Gordon-Levitt e Zooey Deschanel, que possuem uma excelente química em tela. Durante o longa, somos apresentados a alguns dos 500 dias que Tom viveu com a presença de Summer na sua vida, e, pelo ponto de vista dele, vemos que, por mais bonitas e poéticas que sejam algumas relações no início, nem todas terminam em finais felizes.

Tom vive com a certeza de que só será feliz quando encontrar aquela que será o grande amor de sua vida. Summer não acredita no amor, e faz questão de dizer que este não existe. Quando Tom conhece Summer, ele tem certeza que ela é a mulher da sua vida. Já Summer não tem essa certeza, pois ela não quer nada sério. E, em meio a uma narrativa não-linear, somos imersos dia-a-dia nessa relação.

Ao adotar essa narrativa não-linear, o diretor nos proporciona constatar algo pelo qual a maioria de nós já passou: a montanha-russa de emoções que é um relacionamento. No início, tudo parece uma eterna lua-de-mel, a diversão é constante, o novo está sempre presente. Algum tempo depois, muito está desgastado, o que funcionava antes não funciona mais, momentos de diversão são raros e o fim é inevitável. E, por mais que o cinema tente nos enganar, esse é o destino da maior parte dos romances. Muitos poucos são aqueles que terminam no tão esperado “felizes para sempre”.

Para aqueles que querem ver um verdadeiro filme de amor, “(500) Dias com Ela” é uma opção ideal, pois te traz o que realmente vivenciamos. Para aqueles que querem viver na ilusão e acreditar que a alma gêmea vai aparecer na primeira oportunidade, existem várias opções de qualidade questionável para escolher. Sandra Bullock e Matthew McConaughey que o digam.

Anúncios

0 Responses to “(500) Dias com Ela – (500) Days of Summer”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: